Ceará tenta tirar de Pernambuco o título de "pai" do forró

|

Pernambuco e Ceará sempre dividiram o título de precursor do ritmo que ficou conhecido popularmente como forró. O pernambucano de Exu, Luiz Gonzaga, e o cearense de Iguatu, Humberto Teixeira, foram autores de músicas que descreviam tanto a seca e a fome da região quanto as belezas do sertão nordestino. O clássico “Asa branca”, de autoria dos dois, representa bem isso. Agora, músicos cearenses atribuem esse pioneirismo a outro artista. O primeiro registro fonográfico de um forró teria sido feito por um violeiro. Em outubro de 1937, Xerêm gravou "Forró na roça". Apesar de ser cearense, essa foi a única canção do estilo gravada pelo cantor. Xerêm partiu adolescente para Minas Gerais, formou dupla caipira e virou cantor de moda de viola. Em comemoração ao centenário de nascimento do cantor e compositor, a Associação Cearense do Forró reivindica para o Ceará o pioneirismo do ritmo. Um disquinho de cera que pertence ao acervo do pesquisador musical Miguel Ângelo de Azevedo seria a prova documental de que o cearense gravou um forró 12 anos antes de Luiz Gonzaga gravar "Forró do Mané Vito" e em pouco tempo popularizar seu jeito diferente de tocar a sanfona. Continue lendo essa matéria clicando AQUI

Fonte: maisforro
http://maisforro.blogspot.com/2011/08/ceara-tenta-tirar-de-pernambuco-o.html

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2009 Wagner Mix | Template Blue by TNB