Amigos realizam arraiá solidário em prol de Yasmin

|

Criança que completa hoje um ano e nove meses sofre de atrofia muscular espinhal e precisa realizar uma cirurgia fora do país

O que seria mais um arraiá entre amigos acabou se tornando um evento beneficente que vai ajudar a salvar a vida da pequena Yasmin Macedo, que completa hoje um ano e nove meses. Toda a renda arrecadada com a bilheteria e bebidas no 1ª Arraiá Cart & Cópia será doada para ajudar no tratamento de Yasmin.


O evento vai acontecer no Oba Restaurante nesta sexta-feira, 1º, às 22h. A animação vai ficar por conta das bandas Forró Danado, Forró Arroxa, Pagode Presença e Total Miix. As senhas estão sendo vendidas nas lojas Cart & Cópia da Avenida Alberto Maranhão, Rua Felipe Camarão e Rua José de Alencar, todas no centro da cidade. Quem preferir pode comprar na hora.


Os organizadores do evento tomaram conhecimento do estado de saúde da criança e se sensibilizaram com a situação. “A gente viu uma reportagem na TV e falando na internet também. O arraiá já ia acontecer, mas só entre amigos mesmo, mas decidimos ajudar”, explica Thazia Katiane, dizendo que foram feitos vários contatos com a família que se mantêm até hoje.


Ela, juntamente com Layo Lano, Wilckson Renovato, Lyz Regina, Thazia Katiane, Wendel Jarisson e Thiago Hillerman, pretende entregar o dinheiro pessoalmente. “Vamos fazer de tudo para ir entregar lá em Natal até para conhecer a família, conhecer Yasmin”, conta Layo.

A mãe da criança, Izabelly Macedo agradece a iniciativa. “Para nós é uma bênção ver as pessoas ajudando, se empenhando. Só temos a agradecer a todas as ajudas”, conta.

Ela conta que a filha que sofre de Atrofia Muscular Espinhal (AME) está bem, mas precisa realizar o mais rápido possível uma cirurgia de injeção de células-tronco para amenizar a severidade dos sintomas. Atualmente ela está em uma UTI instalada na sua residência.




CASO


Yasmin Macedo nasceu sem nenhum problema de saúde aparente. Aos três meses a doença foi detectada.


A família que é de Carnaubais teve que ir para Natal. Uma gripe que virou pneumonia agravou o estado, e Yasmin teve que ser internada na UTI por 45 dias. Após esse período, ela saiu de lá para uma casa alugada por seus pais na capital com uma UTI montada em seu quarto.


Com o passar do tempo, a menina perdeu seus movimentos, e hoje só consegue movimentar um pouco seus dedinhos. Ela se alimenta por uma sonda - que antes era na boca ou no nariz, mas depois de ser submetida a uma cirurgia o aparelho é usado hoje na barriga. Ela ainda respira com a ajuda de aparelhos.


Seus pais que não tem condições financeiras para lidar com as despesas do tratamento que inclui medicação, auxílio de fisioterapeutas e médicos estão contando a solidariedade de familiares, amigos e campanhas espontâneas que estão sendo feitas em várias cidades do Rio Grande do Norte.


Os exames da criança foram enviados para uma clínica na Alemanha (que acabou encerrando as atividades recentemente) e um hospital na China. Os médicos do país asiático não recomendaram a ida por conta da idade e estado de saúde da criança que poderia não resistir a várias horas de viagem.


“Estamos pesquisando com cautela outros países para saber se realizam a cirurgia e, tomara, que dê certo o mais rápido possível”, informa Izabelly.


Quem quiser ajudar, pode doar através de depósito bancário. Os dados são: Banco Bradesco, agência 3224-7, conta-poupança 87785-9, em nome de Yasmin Marques Fonseca.



Com informações do repórter Bruno Soares
Fotos: Cedida e Ednilto Neves/Gazeta do Oeste

Legenda 1: Izabelly Macedo agradece apoio que está sendo dado à filha

Legenda 2: Thazia Katiane, Lyz Regina e Wilckson Renovato estão divulgando o evento

Fonte: Gazeta do Oeste
http://www.gazetadooeste.com.br/index.php?area=exibir_noticia&id=1418

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2009 Wagner Mix | Template Blue by TNB