Miley Cyrus faz seu primeiro show no Brasil

|

A cantora e atriz Miley Cyrus durante apresentação na HSBC Arena, no Rio, na noite de sexta-feira (13). Turnê ainda passa pela capital paulista no sábado (14) (Foto: Lucíola Villela/G1)
Repertório incluiu músicas do Nirvana, Poison e Joan Jett.
Musa adolescente se apresenta em São Paulo neste sábado (14).

Miley Cyrus, de 18 anos, parece ter se despedido de vez de Hannah Montana, personagem do seriado infanto-juvenil produzido e exibido pelo Disney Channel e responsável por boa parte de sua fama internacional. O recado foi dado na noite desta sexta-feira (13), no Rio, quando a atriz e cantora se apresentou para as cerca de 14 mil pessoas que lotaram a HSBC Arena, na Barra da Tijuca. Foi um show pontuado por modelitos ousados, caras e bocas provocantes e um repertório cheio de referências roqueiras.

Cyrus subiu ao palco pouco depois das 21h30 vestindo uma roupa de couro vermelha, com detalhes pretos e dourados. Acompanhada pelos músicos e por um grupo de dançarinos, abriu a apresentação com "Liberty walk", faixa do álbum "Can't be tamed", lançado em 2010 — boa parte das canções do show seria tirada deste disco. O começo foi um pouco prejudicado pelo baixo volume de seu microfone, o que deixava a voz “atrás” dos outros instrumentos. Mas a falha foi corrigida logo nas canções seguintes.

“Olá! Como estão todos esta noite? Quero que saibam que o Rio é a razão para a turnê Gypsy Heart acontecer. Muito obrigado!”, declarou a cantora na primeira das vezes em que se dirigiu ao público formado predominantemente por barulhentas adolescentes. Com um apetrecho luminoso e colorido nas mãos, milhares de meninas faziam coreografias e se descabelavam sob gritos de “Miley! Miley!”.

Miley Cyrus tem boa presença em cena. A estrutura do palco usado pela cantora, que inclui uma longa passarela central, permite que ela se aproxime bastante dos fãs. Um telão de alta definição também ajuda: hora exibe a musa em ação, hora imagens de videoclipes. Em outros momentos, mostra simples efeitos computadorizados ou a letra de uma canção. Entre decotes, barriga e pernas de fora, troca de roupa pelo menos meia dúzia de vezes. A dança é que não é seu forte. Talvez por isso se apresente ao lado de bailarinos quase que o tempo todo.

Para mostrar sua (nova) identidade, Cyrus se apoia mesmo é no repertório. Simplesmente ignora os “antigos” sucessos de Hannah Montana. O mais perto que se aproxima da série que protagonizou no canal Disney é “See you again”, do álbum "Meet Miley Cyrus”. Lançado em 2007, o disco saiu junto com a trilha sonora da segunda temporada do programa.

Cyrus se apresentou por uma hora e meia e cantou sucessos do Nirvana, da roqueira Joan Jett, do Fleetwood Mac e Poison, além das músicas de três de seus álbuns (Foto: Lucíola Villela/G1)

Também fazem parte do setlist "Fly on the wall" e "7 things", do CD "Breakout", de 2008. E as curiosas versões para conhecidas canções de artistas de diferentes épocas. Primeiro veio o medley em homenagem a Joan Jett, líder da banda feminina The Runaways, que se lançou em carreira solo nos anos 70: "I love rock n’ roll", "Bad reputation" e "Cherry bomb". Da mesma década, Miley cantou “Landslide”, em versão acústica, do grupo anglo-americano Fleetwood Mac. Dos anos 80, relembrou "Every rose has its thorn", única canção do Poison a alcançar o primeiro lugar nas paradas dos Estados Unidos. E uma versão para “Smells like teen spirit”, do Nirvana, representou a música dos anos 90.

Cyrus ainda teve tempo para uma singela homenagem à mãe, Tish Cyrus, que completou 44 anos nesta sexta: “Hoje é sexta-feira 13, o dia mais longo do ano. Mas hoje também é o aniversário da minha mãe. Então vamos todos gritar ‘Feliz aniversário, mommy Tish”, gritou a cantora, sendo prontamente obedecida.

Uma hora e 30 minutos depois, a apresentação chega ao fim: “Seu país é lindo. Vocês são lindos”, agradece. “All you need is love”, na versão original dos Beatles, ganha os alto-falantes da arena. Talvez um sinal da reafirmação de seu novo rumo artístico, mais adulto e maduro, ou uma simples recompensa à turma mais crescida que pagou o preço integral do ingresso para acompanhar filhos, sobrinhos e, em alguns casos, netos.

A passagem da Gypsy Heart Tour pelo Brasil termina com mais um show neste sábado (14), na Arena Anhembi, em São Paulo. De acordo com a organização do evento, ainda há ingressos disponíveis.

Veja o repertório completo da apresentação de Miley Cyrus no Rio:

1. "Liberty walk"
2. "Party n the USA"
3. "Kicking and screaming"
4. "Robot"
5. Joan Jett medley : "I love rock & roll", "Cherry bomb", "Bad reputation"
6. "Every rose has its thorn"
7. "Obsessed"
8. "Forgiveness and love"
9. "Fly on the wall"
10. "7 things"
11. "Scars"
12. "Smells like Teen Spirit"
13. "Can’t be tamed"
14. "Landslide"
15. "Take me along"
16. "Two more lonely people"
17. "The climb"

BIS
18. "See you again"
19. "My heart beats for love"
20. "Who owns my heart"


Fonte: g1.com
http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2011/05/miley-cyrus-se-liberta-de-hannah-montana-em-show-de-rock-no-rio.html

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2009 Wagner Mix | Template Blue by TNB