Debaixo de chuva, Eminem dispara rimas para 25 mil em São Paulo

|

Repertório incluiu hits como 'Lose yourself', 'Stan' e 'Love the way you lie'.
Marcelo D2 e o trio N.E.R.D. abriram a apresentação do rapper americano.


Choveu e ventou muito. Foram poucos os instantes em que o aguaceiro deu trégua aos espectadores do F1 Rocks, evento musical que trouxe nesta sexta-feira (5), pela primeira vez ao Brasil, o show do rapper Eminem. Mas a apresentação do americano não perdeu em energia por causa das nuvens carregadas. Em alguns momentos, quando ele pisava com força sobre as poças, fazendo-as espirrar, a água acumulada sobre o palco até parecia cenográfica.

Houve até alguns efeitos pirotécnicos, mas os truques visuais foram coadjuvantes. A apresentação girou em torno do que Eminem sabe fazer bem: disparar freneticamente suas rimas bem sacadas, cheias de ambiguidade e jogos de palavras.

Abriu cantando a grandiosa “Won’t back down”, faixa incluída em seu álbum mais recente, “Recovery”, lançado este ano. Os vocais da cantora Pink, que no disco participa da faixa, apareceram gravados, encorpados por uma vocalista no palco.

As canções foram cantadas com familiaridade também pelo público mais jovem que compareceu ao evento. Gente como João Pedro Sautchuk, de 12 anos, que assistiu ao show do ídolo acompanhado pela mãe. “Gosto de rap desde meus seis anos de idade. Ouvi o disco novo do Eminem no iPod do meu amigo e gostei muito”, disse Sautchuk.

Vestido todo de preto, com blusa de capuz e boné, Eminem subiu ao palco por volta das 23h, ovacionado pelo público, de 25 mil pessoas, que cantou por cerca de uma hora. Estava acompanhado por uma banda com duas baterias, guitarra, baixo, DJ e um segundo MC rimando no

O rapper americano Eminem durante show no Jockey Club, em São Paulo; apresentação terminou com o hit 'Lose yourself' (Foto: Daigo Oliva/G1)

Ainda entre as novidades, o repertório incluiu o hit “Love the way you lie”, que o rapper dedicou às garotas presentes. Na faixa, sobre um relacionamento arruinado, ele faz um dueto com a pop-star Rihanna, cujas vozes também apareceram numa gravação.

Comunicativo, Eminem agradeceu o apoio dos fãs por terem continuado fiéis apesar de ele ter passado boa parte da segunda metade dos anos 2000 em crise, afastado dos palcos. Voltou à cena com "Relapse", de 2009, e "Recovery", o mais recente, que chegou a passar seis semanas como o mais vendido dos EUA.

Mas os momentos de maior resposta do público em SP foram mesmo durante os sucessos anteriores: “Stan” (com a voz de Dido em playback) e “The real Slim Shady” apareceram entre as faixas do LP “The Marshall Mathers”, de 2000. Do álbum “The Eminem show”, de 2002, ele cantou faixas como “Cleanin’ out my closet” e “Without me”.

O encerramento, já com a chuva mais leve, foi com “Lose yourself”, incluída na trilha sonora do filme “8 mile”, estrelado pelo cantor. Pouco antes que ele saísse de cena, houve uma invasão de palco. Um membro da plateia conseguiu driblar a segurança, mas foi impedido antes de alcançar o rapper.

“O show cumpriu minhas expectativas. Mesmo sendo curto, acho que deu para ele cantar todas as músicas que eu gosto. Valeu a pena”, resumiu o estudante Rober de Abreu Jr., de 19 anos.

Parabéns a D2
Primeira atração de abertura, Marcelo D2 só subiu ao palco às 21h13 e fez um show de cerca de meia hora – culpa da chuva e do vento, que chegou a danificar parte do palco. O rapper carioca, que faz aniversário de 43 anos nesta sexta, ganhou um bolo no palco e cantou o "Parabéns a você" com os integrantes da banda. O show teve músicas como "Vai vendo", "Desabafo", "A maldição do samba" e "Qual é".

Depois de D2, foi a vez da banda N.E.R.D., do produtor Pharrell Williams, tocar. A apresentação abriu com "Everybody nose (all the girls standing in the line for the bathroom)" e teve ainda os hits "Hypnotize u", "God bless us all", "Hot-n-fun" e "Beautiful" - mais conhecida na voz do rapper Snoop Dogg.

Parabéns a D2
Primeira atração de abertura, Marcelo D2 só subiu ao palco às 21h13 e fez um show de cerca de meia hora – culpa da chuva e do vento, que chegou a danificar parte do palco. O rapper carioca, que faz aniversário de 43 anos nesta sexta, ganhou um bolo no palco e cantou o "Parabéns a você" com os integrantes da banda. O show teve músicas como "Vai vendo", "Desabafo", "A maldição do samba" e
"Qual é".

Depois de D2, foi a vez da banda N.E.R.D., do produtor Pharrell Williams, tocar. A apresentação abriu com "Everybody nose (all the girls standing in
the line for the bathroom)" e teve ainda os hits "Hypnotize u", "God bless us all", "Hot-n-fun" e "Beautiful" - mais conhecida na voz do rapper Snoop Dogg.

Fonte: g1.com
http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2010/11/debaixo-de-chuva-eminem-dispara-rimas-para-25-mil-em-sao-paulo.html

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2009 Wagner Mix | Template Blue by TNB