CD comemora a maioridade do funk carioca

|


Coletânea reúne faixas importantes na história do popular gênero musical

Não adianta torcer contra. Para o bem ou para o mal, o funk carioca é uma realidade consolidada. Se você ainda insiste em ter dúvidas sobre isso, vale conferir Tributo ao Funk, coletânea lançada pela Som Livre. O CD comemora os 21 anos desse estilo musical.

Tributo Ao Funk tem o importante aval de duas pessoas que acompanham o funk carioca desde o seu início.

Hermano Vianna (irmão de Herbert Vianna, dos Paralamas do Sucesso) já escreveu até livro sobre o assunto. Ele se incumbiu do excelente texto que acompanha o CD e que conta com raro poder de síntese a história do mais pop dos estilos musicais criados no Rio.

O outro é o DJ Marlboro, pioneiro no estilo e responsável pelo lançamento de inúmeros artistas do funk carioca. As suas discotecagem pelo Brasil e o mundo ajudaram de forma decisiva a popularizar o estilo e levá-lo além de sua origem nas favelas cariocas.

O disco tem como faixa de abertura Rap da Felicidade, clássico de 1993 de MC Cidinho & MC Doca que tem como marca o excelente refrão e o fato de iniciar uma linhagem de funks de temática paficista e contra o preconceito social.

Rap das Armas, dos MCs Júnior e Leonardo, tornou-se ainda mais conhecido ao entrar com destaque na trilha sonora do filme Tropa de Elite (2007).

Nosso Sonho lançou nos anos 90 a dupla Claudinho & Buchecha, e mostrou que o funk poderia enveredar por uma sonoridade mais romântica, o que o estouro bem mais recente de Ela Só Pensa Em Beijar, do MC Leozinho, prova com categoria.

A faixa de maior teor histórico é Feira de Acari, com o sumido MC Batata. A razão é simples: em 1990, ela tornou-se o primeiro grande estouro do gênero fora do seu público habitual, entrando em trilhas de novela global e tudo o mais.

Mais: MC Batata chegou mesmo a participar de inúmeros programas de tevê e ajudou a divulgar o gênero. Ainda hoje é um dos momentos mais divertidos do funk, com uma batida primária e contagiante e uma letra engraçada e escrachada.

As mudanças rítmicas que o gênero foi ganhando com o decorrer dos anos ficam bem explícitas, desde o início copiando o estilo Miami bass americano até a criação de vertentes bem brasileiras como o chamado tamborzão.

Das 18 faixas incluídas no CD apenas uma é inédita: Rainha, com o MC Romeu e seguidora do estilo mais romântico. Tributo Ao Funk serve como ótima apresentação para quem não conhece esse estilo musical.

Fonte: R7.com

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2009 Wagner Mix | Template Blue by TNB